Brasileiros precisarão de visto físico para entrar no México a partir de 18 de agosto

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Redação

Em decreto oficial publicado ontem (3 de agosto), o governo mexicano determinou que brasileiros precisarão emitir visto físico para entrar no país da América Central a partir de 18 de agosto.

O documento custa US$ 48 dólares (pouco mais de R$ 250 no câmbio atual), tem validade de 180 dias e deve ser retirado, após agendamento no site oficial, na embaixada em Brasília ou nos consulados do México em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter.

Visto físico para entrar no México

Desde dezembro do ano passado, os brasileiros que desejavam visitar o México precisavam solicitar um visto eletrônico junto ao Instituto Nacional de Migração. O sistema, porém, vinha passando por falhas constantes e, a partir de 18 de agosto, será substituído pela exigência da autorização física.

A nova burocracia imposta pelo governo mexicano estaria relacionada não apenas a isso, mas também a uma pressão dos Estados Unidos, que tenta conter o fluxo cada vez maior de migrações em sua fronteira com o México. Ali, diariamente, muitos brasileiros tentam entrar no país de forma ilegal.

Vai viajar de avião para o México? Pesquise as melhores opções de passagens aéreas.

Quem não precisa tirar o visto do México

De acordo com comunicado divulgado pela Embaixada do México no Brasil, nem todos os brasileiros precisam emitir visto para entrar no México. Estão dispensados do processo, mesmo com as mudanças a partir de 18 de agosto, quem possui:

  • Documento válido que comprove residência permanente no Canadá, Estados Unidos, Japão, Reino Unido ou qualquer um dos países que compõem o Espaço Schengen, bem como os países membros da Aliança do Pacífico (Chile, Colômbia e Peru).
  • Visto válido e vigente do Canadá, Estados Unidos, Japão, Reino Unido ou qualquer um dos países que compõem o Espaço Schengen.

Nesses dois casos, o prazo máximo que poderá ser autorizado para permanecer no México será de 180 dias. Outras exceções da exigência do visto mexicano podem ser encontradas aqui.

Compre chip viagem internacional com os melhores preços do mercado e use internet e telefone no México.

Como tirar o visto físico do México

Se você não se enquadra nas condições acima, precisará do visto eletrônico para entrar no México até 17 de agosto (o processo é gratuito, mas o site passa por grande instabilidade). Já a partir de 18 de agosto, segundo o decreto oficial do governo mexicano, terá de solicitar o visto físico. Para isso, é preciso:

  1. Agendar uma entrevista no site oficial.
  2. Durante o processo, você terá que escolher onde vai retirar o documento. As opções são a embaixada em Brasília e os consulados do México em São Paulo e no Rio de Janeiro.
  3. Depois, você precisará preencher campos informando que tipo de visto precisa tirar, dados pessoais e contatos. Por fim, terá de escolher uma das datas de agendamento disponíveis.
  4. No dia da entrevista, você deverá se dirigir ao local agendado com os documentos solicitados durante o processo, entre eles o formulário de solicitação do visto, preenchido e assinado com fotografia recente 3×4, colorida e fundo branco, e o passaporte original vigente.
  5. O pagamento das taxas deve ser realizado apenas com a guia bancária fornecida pelos funcionários do Consulado, depois da entrevista.
  6. No site do Consulado de São Paulo, você pode consultar detalhes sobre duração do visto, prazo de entrega e solicitações para menores de idade.

Seguro viagem México – Ganhe 15% de desconto ao usar o cupom ROTADEFERIAS15 na caixa “Cupom de desconto” do comparador online.

Dúvidas

Assim, que a Embaixada do México no Brasil divulgou em suas redes sociais o decreto que estipula a exigência do visto físico para brasileiros entrarem no país a partir de 18 de agosto, diversas pessoas levantaram dúvidas.

Há quem reclame, por exemplo, que viajará em 19 ou 20 de agosto e tem visto eletrônico válido por 30 dias, mas não o físico. Outros alegam que estão com viagem marcada neste mês e estão tentando agendar a entrevista nos consulados ou na embaixada, mas não há datas disponíveis. Também há dúvidas em relação a exigência do visto físico para quem vai fazer cruzeiros com passagem pelo México.

Até o momento, os órgãos oficiais não se manifestaram em relação a essas questões. Assim que houver novidades, este artigo será atualizado.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2022. Todos os direitos reservados