Cidades do Interior oferecem passeios com colheita de fruta no pé

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Anderson Fattori<BR>Do Diário do Grande ABC

A primavera chegou no dia 22 de setembro e com ela abriu a temporada de visitas ao Circuito das Frutas - composto pelas cidades de Atibaia, Indaiatuba, Itatiba, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Valinhos e Vinhedo - e a outros destinos que apostam no contato mais próximo da natureza para atrair turistas, como Itu, conhecida pela lenda de que lá tudo é grande, mas que tem parques, como o Maeda, que investem neste ramo de turismo sustentável.

A época é propícia, por exemplo, para colher jabuticaba do pé. Isso que propõe uma das atrações mais recentes do Parque Maeda, em Itu. Em operação desde o início de 2019, o passeio permite que os visitantes tenham acesso a mais de 500 pés de jabuticaba sabará que estão produzindo a todo vapor. A ideia é que os turistas possam passear pela plantação e saborear à vontade as frutas do pé e, se desejarem, ainda podem levar para casa. É um passeio que fortalece o contato com a natureza e, de quebra, ajuda a relaxar em meio a natureza.

Outra atração do Maeda com esse propósito é a estufa de morango, que fica em lugar com mais de 3.000 metros quadrados e conta com mais de 20 mil pés da fruta, que produzem o ano todo. Por lá o visitante recebe um copinho com leite condensado e pode saborear quantos morangos quiser. O passeio foi baseado nos famosos rodízios de morango do Japão, chamados de ichigo gari.

Além dos passeios das frutas, o Parque Maeda, que tem uma pousada anexa, conta com diversas atrações para a família, entre elas um dos maiores jardim japonês do Brasil, parque aquático com toboáguas, teleférico, pedalinho, quadriciclo, além de diversos tanques para pesca esportiva. Outra atração do local é o almoço no estilo self-service com pratos de cozinhas de várias partes do mundo e que está incluso no valor do passaporte (veja valores mais abaixo).

Outra atração com a mesma temática é o circuito turístico ferroviário conhecido como Expresso Vale das Frutas, que interliga as cidades de Louveira, Vinhedo e Valinhos. Recém-criado, o passeio vai acontecer em pequenas temporadas. Atualmente, estão à venda bilhetes para passeios até 12 de outubro. A proposta envolve viagem em trem temático e em seu roteiro passa por antigas instalações, estações desativadas e construções que costumavam ser utilizadas na época do Império Brasileiro. Uma imersão na história e cultura de nossa região e País.

As cidades quem compõem os Circuitos das Frutas oferecem diversos outros passeios focados em apresentar aos visitantes o potencial turístico da região e também valorizar o trabalho dos agricultores locais. São dezenas de passeios que incluem visitação de adegas e alambiques, haras e hípicas, pesqueiros, além de ter acesso a patrimônios históricos do Interior de São Paulo. Todas as atrações estão reunidas no site circuitodasfrutasoficial.sp.gov.br.

SERVIÇO

Parque Maeda (parquemaeda.com.br)
Passaporte: R$ 130 (acima de 10 anos) e R$ 90 (5 a 10 anos). Dá direito a acesso aos passeios (jardim japonês, árvore gigante e rodas da água), pescaria esportiva, parque aquático, almoço à vontade self-service com bebida (água, suco de máquina e refrigerante), passeios de trenzinho, teleférico, pedalinho e quadriciclo. Passeios da colheita de jabuticaba e morango são pagos a parte, com valor de R$ 15 e R$ 20 por pessoas, respectivamente.

Expresso Vale das Frutas (valedasfrutas.com.br)
Valor: R$ 98,10 por pessoa com passagem de ida e volta no trecho completo entre louveira e valinhos – pelo site alguns dias estão com valor promocional com até 50% de desconto.  




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2021. Todos os direitos reservados