Festas de fim de ano

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Alessandra Nunes

Depois de um ano tão desafiador, onde enfrentamos medos, ansiedades, preocupações, frustrações e perdas, eis que se aproximam as festas de fim de ano, que representam um momento de celebração, alegria e descontração. Esse foi mais um período que a maioria das promessas da virada ficou no passado. Que levante a mão quem cumpriu a inteção de que neste ano ia se alimentar melhor, fazer exercícios físicos e levar uma vida mais saudável!
 
Neste momento de união entre os povos, onde a fé e a esperança renascem, também vem a preocupação de como aproveitar as festas e não comprometer a saúde.  O Natal para os religiosos é a comemoração do nascimento de Jesus Cristo; para as crianças é a data mais desejada para se ganhar presentes; para outros é encontrar a família e amigos.
 
O Ano-Novo, mais uma festa de confraternização, é a hora de desejarmos alegrias para o novo tempo que nasce, é o momento da  diversão, da euforia e gratidão, e, claro, renovar todas as promessas.
 
Essas duas festas têm algo em comum: muita comida, bebida na mesa e a tradicional divisão de qual prato cada um vai trazer. Porém,  este ano as coisas estão diferentes. Os abraços, beijos, encontros e festas devem ser restritos a nossas casas e aos familiares que convivem conosco. 
 
Então devemos aproveitar o momento para cuidar mais da saúde, criar novas tradições e fazer as refeições de forma consciente.
 
Podemos começar evitando comprar e consumir alimentos processados. Prefira cozinhar a ceia em casa com alimentos in natura, como frutas, legumes, verduras e castanhas. As  sobremesas também  podem ser mais leves, dessa forma você consome mais vitaminas e minerais, e consequentemente aumenta a  imunidade.  
 
Use a imaginação para criar novas receitas, chame as crianças para ajudar, porque dessa forma elas se divertem e aprendem junto. 
 
O álcool é sempre o vilão da história, e em época de Covid-19 o quadro é mais complicado. Portanto, evite-o! Dê preferência por drinks à base de frutas, chás naturais, água de coco.  A regra é manter-se hidratado. Com as altas temperaturas do verão o corpo tende a aumentar a necessidade por água, e um quadro de desidratação pode gerar mal-estar, cansaço e até febre, já que há uma maior perda de líquidos pelo organismo. 
 
Aproveite o verão para tomar sol, que aumenta os níveis de vitamina D, uma importante aliada para a imunidade e os ossos. 
 
Priorize o sono, já que é item essencial para a preservação da saúde e da mente. Dormir em média sete horas por noite ajuda o organismo a se manter mais ativo para praticar exercícios físicos, como aquela caminhada que há tempos você está prometendo começar. Estudos mostram que pessoas fisicamente ativas se recuperam mais rapidamente da Covid-19 e a prática regular  é ótima para o controle e prevenção das doenças crônicas.
 
Cuide da saúde mental, procure ler mais livros, conversar com as pessoas (mesmo nas rede sociais), inventar jogos e brincadeiras para fazer com as pessoas de sua família.
Tudo o que estamos vivendo vai passar, mas ainda temos uma batalha para enfrentar, portanto, continue se cuidando e primando por quem você ama. 
Aproveite o real significado das festas curtindo cada segundo, mas com moderação.



Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2021. Todos os direitos reservados