CANTINHO DA CONCENTRAÇÃO

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vinícius Castelli

 TUDO IMÓVEL

 
CANTINHO DA CONCENTRAÇÃO
 
Criar um local na casa para os estudos e a leitura é algo que deve ser pensado nos mínimos detalhes
 
Luz ambiente adequada, distância de barulho, videogame desligado e celular no modo silencioso, além de diversos outros detalhes, podem fazer a diferença para que um ambiente se torne adequado para os estudos, inclusive dentro de casa. É claro que se isso puder estar aliado a um pouco de conforto, melhor ainda, pois corpo relaxado ajuda a cabeça a focar. E ler e estudar são tarefas que exigem muita concentração.
E para quem pensa em fazer isso, criar um local destinado ao estudo e leitura dos filhos, a personal organizer Juliana Aragon dá algumas dicas importantes. Ela diz ser necessário que os jovens e crianças entendam que aquele espaço é, especificamente, destinado para isso. “Delimitar área é de extrema importância. Uma bancada livre com uma cadeira confortável, prateleira para guardar livros e cadernos, e ganchos para a mochila e lancheira, completam uma estrutura mínima ideal para desenvolver essas atividades”, explica a profissional.
Outra sugestão que Juliana dá, para que as pessoas desde cedo possam desenvolver autonomia, é que se reserve um espaço na parede para a criação de um quadro de avisos. Segundo ela, nele devem constar o calendário escolar ou a rotina das atividades. “Simples atitudes como essas ajudam os jovens e crianças a planejar seu dia, desenvolvendo o hábito da organização”, explica.
Para a arquiteta Barbara Dundes, é importante criar um espaço confortável. Se possível, que seja em um lugar onde tenha pouca circulação de pessoas e não seja barulhento. Ela diz que, além de uma boa poltrona ou cadeira, adicionar itens que tornem o ambiente mais acolhedor, como pufes e almofadas, também contribui para que a pessoa consiga permanecer por mais tempo lendo ou estudando. E para que o local não fique com aquele ar de seriedade, acrescentar plantas à decoração pode deixar o ambiente mais bonito e proporcionar sensação de bem-estar. “Estimula a concentração e a produtividade”, garante.
 
 
A arquiteta explica ainda que, para estimular a atração pelo local de estudos, vale lembrar que “as crianças privilegiam a cor e o conforto nos ambientes e, ao mesmo tempo, adoram locais divertidos e com toques originais”. Por isso, o ideal é seguir os gostos de cada um quando for criar o cantinho de leitura. “Uma estante lúdica com livros ao alcance é essencial para trabalhar a autonomia e estimular o interesse pela leitura”, reforça.
E até a escolha de cores deve ser pensada. Juliana elenca dois tons bem diferentes e que possuem benefícios distintos. Ela diz que cor forte, como o vermelho, por exemplo, ajuda nas atividades que precisam prender a atenção. “Já o azul-claro é indicado para desenvolver a criatividade. Cada um avalia o que prefere e o que mais lhe rende resultados positivos”, diz.
Barbara reforça que o verde, por exemplo, tem um efeito que melhora as habilidades de leitura, sendo indicado para locais de estudos ou biblioteca. “A escolha da cor e da tonalidade certa para um ambiente pode definir o impacto positivo sobre produtividade, imaginação e concentração”, afirma a arquiteta.
Mesmo quem não tenha recursos para deixar um cômodo todo preparado somente para estudo e leitura, a personal organizer diz que é possível fazer algumas alterações. “Caso esse espaço não seja um ambiente separado por paredes e porta, crie barreiras visuais como: uma cor diferente nas paredes, use móveis. Até os tapetes ajudam a delimitar espaços. Quanto mais preparado estiver, mais estimulada a praticar essas atividades a pessoa ficará.”
Barbara dá outra sugestão para quem não tem muito espaço disponível em casa ou não dispõe de orçamento. Ela diz que vale considerar criar um cantinho no chão do quarto, por exemplo, para que a pessoa leia deitada e bem relaxada. “Lembrando que nesse caso um tablado com pallets e totalmente coberto por almofadas e futons é uma ótima pedida. Ou, então, coloque almofadões no chão e aproveite. Essas são dicas muito boas para os quartos das crianças, pois elas adoram”, encerra.u



Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2019. Todos os direitos reservados