Pets

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Marcela Munhoz

 PETS

 
nossa responsabilidade
 
Não há como ser indiferente ao carinho explícito registrado nas imagens da coluna deste mês. As duas cenas reais foram flagradas aqui mesmo na região. A do nosso fotógrafo Nario Barbosa – a turma na bicicleta – foi feita em São Bernardo, e a outra, por mim, na Oliveira Lima, em Santo André. Em ambas as situações os cachorros são tratados principalmente com muito respeito. O que as fotografias transmitem a você? Por incrível que pareça tem muita gente, espero que não a maioria, que vai classificar o cuidado como exagerado. Será mesmo?
 
Sou do time que considera os animais como seres sencientes, capazes de sentir dor, angústia, solidão, raiva. Afirmo que eles também sentem alegria e amor por quem os trata bem. Basta manter um bichinho desses por perto, mesmo se nem casa tiver, para concordar comigo. Levanto novamente essa questão porque, cada vez mais, o mundo está se bandeando para o lado do meu time. Ainda bem! Claro que falta muito para que todos os animais cheguem ao nível dos pets, mas dá para considerar que grandes avanços estão surgindo na mentalidade das pessoas e também dentro das empresas com o objetivo de, pelo menos, reduzir o sofrimento deles. Por bem ou por mal, diga-se.
 
Acaba de entrar em vigor resolução do Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal que reduz e até proíbe o uso de bichos em procedimentos, como em testes de irritação e corrosão da pele, muito utilizados no mercado farmacêutico. A resolução exige que indústrias coloquem para funcionar práticas alternativas e novas tecnologias – como pele criada em laboratório. 
Foram cinco anos de prazo para que as empresas se adaptassem às normas. As que descumprirem vão pagar multas e podem até ter as portas fechadas. Para isso, elas devem ser denunciadas por nós, consumidores. Mais do que fazer carinho no seu cachorro, comece a ler os rótulos dos produtos que compra. Fica aqui o convite para começar a mudar a forma como enxerga o mundo animal à sua volta. Humanos como esses das fotos são os verdadeiros e grandes exemplos que devemos seguir. 



Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2019. Todos os direitos reservados