Todo mundo tem algo que deseja esconder

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vanessa Soares Oliveira

Quem nunca fez algo no passado de que se envergonha e queira deixar bem escondido que atire a primeira pedra. Nem precisa ser erro imperdoável, mas sempre há, pelo menos, aquela foto com corte de cabelo de época que fica guardada a sete chaves na esperança de que nunca ninguém a encontre.

Foi pensando nisso que Tati Bernardi escreveu a história de Meu Passado Me Condena. Após duas temporadas na televisão (2012) e um longa-metragem (2013), chegou aos palcos e tem apresentação única hoje, a partir das 21h30, no Paulo Machado de Carvalho, em São Caetano.

A trama do teatro se passa antes do que foi contado no seriado e filme. O casal – protagonizado por Miá Mello, 36 anos, e Fábio Porchat, 34, amigos na vida real – chega em casa logo após o casamento e começa a discutir a relação. “Não é uma transposição, é um momento antes da história. Eles embarcam na noite de núpcias e descobrem o passado de cada um”, conta Miá em conversa com o Diário, entre uma troca de fralda e uma mamada, já que a atriz foi mãe há pouco tempo. “Temos que falar rapidinho, porque estou com um bebê de 5 meses dentro de casa”, orgulha-se.

A atriz conta ainda que a continuação da trama não foi programada e as coisas foram acontecendo aos poucos. “Fábio e eu passamos 28 dias sem brigar – foi o máximo que conseguimos (risos) – e, depois disso, vimos que dava para dividir uma coxia de teatro. Nessa brincadeira, ele foi atrás da Tati e pediu para ela escrever a peça. Foi assim que tudo aconteceu”, relembra.

O espetáculo estreou em 2014. Desde então, ficou em cartaz em São Paulo e no Rio de Janeiro por pouco mais de um ano em cada lugar. Agora está em turnê pelo País até o fim de outubro e depois não tem previsão de outras apresentações. Então, para quem ainda não viu, esta pode ser a última chance.

Após tantos trabalhos realizados na companhia de Porchat, Miá diz que é sortuda. “A gente se dá bem. Falo que temos uma relação de paixão profissional à primeira vista. Admiro muito o trabalho dele”, elogia. A expectativa para pisar no palco de um teatro em São Caetano pela primeira vez é a melhor possível. “Acho que o pessoal vai adorar”, finaliza.

> Meu Passado Me Condena – Teatro. Paulo Machado de Carvalho – Alameda Conde de Porto Alegre, 840, em São Caetano. Hoje, a partir das 21h30. Ingr.: De R$ 45 a R$ 120 (www.bilheteriaexpress.com.br).




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados