Escritor Jorge Amado completaria hoje 105 anos

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Miriam Gimenes

 Gabriela, aquela que cheirava a cravo e canela, não teria existido se há exatos 105 anos não tivesse vindo ao mundo um baiano chamado Jorge Amado (1912-2001). Dono da cadeira 23 da Academia Brasileira de Letras – ocupada após sua morte pela mulher, Zélia Gattai (1916-2008) –, o escritor, ferrenho militante comunista, teve obras adaptadas para cinema, teatro, televisão e 49 delas foram traduzidas no Exterior.

Assim que partiu, vítima de parada cardiorespiratória, foi cremado e suas cinzas, enterradas no jardim de sua residência na Rua Alagoinhas, no dia em que completaria 89 anos. Há pouco foi homenageado na Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) com um espaço dedicado a ele e a José Saramago (1922-2010), a Casa Amado e Saramago.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados