Cantinho Pet

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Karine Manchini

Espaços para animais em condomínios vêm ganhando força e estão fazendo a diferença na hora da escolha de um novo imóvel

Quem mora em apartamento sabe como é complicado conviver em espaços mais compactos, principalmente se um dos moradores tem quatro patas. Os pets precisam de áreas para gastar energia, em especial os cães, que quando se sentem entediados acabam fazendo bagunça e roendo objetos e móveis. Além disso, diferentemente de uma casa, os apartamentos não têm espaço suficiente para banho e tosa dos animais.

Pensando em inovar e, ao mesmo tempo, trazer comodidade para os donos de cães e gatos, os arquitetos, designers de interiores e construtoras criaram os chamados espaços pets, que contam com objetos de recreação e local para a higienização dos animais, economia e tanto para quem costumar usar os serviços dos pet shops. O objetivo é que esses espaços, também chamados de pet friendly, tragam liberdade para que os bichinhos possam andar sem guias, conviver com outros da mesma espécie e também interagir com os vizinhos.

Segundo a designer da KD Interiores, Karina Dimanas, os espaços pet ainda são novidade, sendo maneira de diversificar os condomínios, que antes tinham como novidade os locais específicos para crianças e mulheres, como as brinquedotecas, salões de beleza e academia. “Esse mercado cresceu muito. Hoje o animalzinho faz parte da família e as construtoras começaram a pensar nisso. Muitas incluíram em seus projetos, inclusive, equipamentos para que possam se exercitar”.

Contribuir para a interação entre animais e o ser humano é parte essencial no planejamento. “Aproveitamos e decoramos de maneira mais divertida, colocando cachorrinhos e patinhas, pois não é uma coisa simplesmente funcional. Isso gera uma atmosfera interativa, assim como a brinquedoteca para as crianças. Nosso trabalho é proporcionar espaços que sejam bonitos e que motivem as atividades”, conta Karina. Para a designer de interiores, os clientes também buscam por mais segurança e conforto, principalmente os que moram sozinhos, assim não precisam sair do condomínio para levar o animal para passear.

Gilberto Daniel de Souza, da construtora Lorenzini, ressalta que, comercialmente, os cantos dedicados aos animais de estimação estão fazendo toda a diferença na hora da compra do imóvel. “Já desenvolvia projetos pensando no animal de estimação, mas hoje a procura aumentou, pois a maioria das pessoas tem pets. No canal de comunicação da construtora fizemos uma pesquisa com clientes e não clientes e esse espaço foi um dos mais solicitados. Os locais possuem brinquedos, rampas, pula-pula e centopeias para práticas de exercícios, com isso aumentou a convivência entre os moradores, que ao levarem seus animais acabam conhecendo outros vizinhos, o que proporciona uma melhor interação”, conta Souza.

 



Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados