Montanhas para deslizar

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Miriam Gimenes<br>Do Diário do Grande ABC

Quem for a Santiago, no Chile, e quiser se arriscar em cima de um esqui, ainda que seja por um dia, conta com diversas opções. É que próximo à zona central existem inúmeras estações, entre elas o Parque Farellones, La Parva, El Colorado e o Termas de Chillan. Cada uma agrada um tipo diferente de turista.


O Colorado, que fica a 36 quilômetros de Santiago, é de fácil acesso. Possui 40 quilômetros de pistas de esqui e 14 teleféricos. A estação tem uma plataforma online (www.elcolorado.cl), que facilita a compra dos bilhetes para chegar ao local e às aulas de esqui ou snowboard, além de transporte e locação de equipamentos.

Em La Parva (com 2.300 metros de altitude), que fica a 38 quilômetros da capital, são 28 quilômetros de pistas, com 44 diferentes níveis. Lá, além das atividades de esqui, são oferecidas rampa de skate, playground inflável, paintball e um planetário. Quem der um tempo nas atividades para comer, a sugestão é o clássico El Montañés, conhecido por suas pizzas.

Já o Parque Farellones, situado em um lindo vilarejo com casinhas de madeira, fica um pouco antes do Valle Nevado. É uma boa opção para os iniciantes dos esportes na neve ou para quem quer desfrutar de algo além do esqui. Nele há um teleférico com vista panorâmica, ligando o setor inferior à parte superior do parque, onde estão atividades como a tirolesa e o tubing (boia usada para escorregar na neve durante uma hora, tempo estimado para o aluguel). Também tem a possibilidade de fazer o passeio nas Fatbikes (bicicletas).

Portillo, a 164 quilômetros de Santiago, está na região de Valparaíso e também oferece hospedagem e todo suporte para quem quer esquiar, como aulas e equipamentos. Lá é possível conhecer também a maravilhosa Laguna del Inca, um espetáculo da natureza.

Em agosto são oferecidas semanas temáticas como a do vinho, da família, dos amigos e a da gastronomia. Entre as novidades, estão as aulas de culinária para pais e filhos, oficinas de Engenharia Robótica usando Lego, spa e até curso de grafitti.

Já no Termas de Chillán, um pouco mais distante – 407 quilômetros ao Sul de Santiago – a ideia é se refugiar em um lugar entre as montanhas e uma antiga floresta de espécies nativas. O local dispõe de serviços de hotéis, restaurantes, spa e atividades de montanha. Para desfrutar da neve há várias opções, incluindo um clube de montanha e um jardim de neve, ambos dedicados aos pequenos. Para aqueles que querem esquiar há trilhas para iniciantes e aulas de esqui. E mais: o Termas conta com trenós puxados por cães e paintball.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados