Mais do que lavanderia

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Amanda Guilhen

Quem trabalha com arquitetura percebe verdadeira mudança na visão dos clientes com relação aos projetos para lavanderia, área que antigamente ficava em edícula na lateral ou fundo das casas e, hoje, em alguns imóveis, é até integrada com a cozinha. Por isso, a regra é buscar funcionalidade e deixar o espaço mais aconchegante.

O casal de São Bernardo Fábio e Joyce Bidarra terminou reforma há menos de um mês e percebeu que a área de serviço merecia atenção. O objetivo era organizá-la de forma eficaz e prática e ao mesmo tempo deixá-la bonita. “Agora tem espaço para as máquinas de lavar e secar, lugar para guardar a tábua de passar, tem até logística para pendurar a roupa quando sai da máquina”, conta Joyce.

Deixar o ambiente prático tem bom motivo: apesar de as lavanderias estarem cada vez menores a utilização desses espaços tem aumentado. “Hoje, as pessoas usam para guardar alimentos, já que a antiga despensa está sendo extinta, ou para guardar sapatos, já que estes não habitam mais os dormitórios por questões de higiene”, detalha a arquiteta Juliana Corradi.

Para aproveitar a área, a lavanderia passou a receber embutidos. Exemplo é o tanque, que costuma ser de inox. “Assim, na parte inferior é possível ter armário”, explica a arquiteta Sandra Sanches, acrescentando que o local pode acolher cabideiros para camisas passadas, gavetões para roupa suja e armário para produtos de limpeza.

Assim, a mobília se tornou aliada para essa organização. A diretora de vendas do grupo Primeira Linha, da qual faz parte a Resevila in Concept, explica que o material mais indicado é o MDF. “Os recomendados são os brancos, além de serem mais em conta. Existem também os navais, resistentes à água, mas com custo maior.”

Segundo a arquiteta Juliana Corradi, alguns apartamentos costumam ter a área de serviço e cozinha lado a lado, no mesmo ambiente. “Neste caso, boa solução é criar divisória de vidro que pode ser na cor leitosa ou um cobogó (elemento vazado), permitindo que a luz passe sem, no entanto, deixar à mostra os utensílios de limpeza.”

Juliana acredita também que a tecnologia está se tornando aliada das lavanderias e avança nas tarefas domésticas. “Hoje, o mercado disponibiliza varal com controle remoto, aspirador de pó robótico e máquina de lavar roupa com sistema que permite ao consumidor enviar diversas instruções pelo smartphone, fazendo com que seja mais fácil controlar as lavagens a distância”, conta. De acordo com as especialistas, o projeto para cômodos como lavanderias são tabelados, variando entre R$ 70 e R$ 100 o metro quadrado.

ACABAMENTO

Se a preocupação com a área já não era grande, com a decoração costumava ser menor ainda. Hoje, os consumidores já têm mais cuidado na escolha de detalhes como o revestimento, por exemplo. Segundo Paulo Silas Sgarbi, diretor comercial da TS Revestimentos, os mais comuns para quem está reformando a área são as pastilhas de vidro e os revestimentos cerâmicos decorados. “As pessoas estão investindo na personalização do espaço, já que na maioria dos casos é o próprio dono que usa esta área”, explica.

Os adesivos em PVC também são boa opção, desde que resistentes à água. “Para o consumidor que não quer reforma e quebra-quebra, a aplicação do adesivo é rápida, versátil e limpa”, conta Sgarbi. “Antes, a área era pouco decorativa. Hoje, nas reformas, ela toma parte como decoração, o cliente se importa com acabamentos diferenciados, tornando-se o lugar aconchegante também”, explica a arquiteta Sandra Sanches. Esse aconchego é o que muitos clientes buscam. E, por isso, as cores claras continuam sendo as preferidas, o branco, off white, azul e verde.

Também é importante valorizar a iluminação natural com um grande vão de janela. “Além de ser econômica e sustentável, ajuda na melhor realização das tarefas, por conta da ventilação e conforto térmico”, explica a arquiteta Juliana Corradi. Já se a iluminação for artificial, a especialista recomenda lâmpadas de LED na cor branca, que geram luz adequada à realização das atividades e também economia de energia.

 




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados